propaganda

data

Seja bem-vindo. Hoje é

Ache sua frase aqui

Alimentação


10 alimentos que se pode comer todo dia


Variedade de alimentos é o que não falta no nosso país e, se souber escolhê-los e combiná-los adequadamente, você terá os ingredientes básicos para uma “saúde de ferro”. Sem contar que a maioria desses produtos-chave com propriedades valiosas podem ser encontrados facilmente nos supermercados. Thereza Emed é nutricionista, e preparou uma seleção nota 10, com as devidas informações, para você comer todos os dias. Anote!

1. Frutas vermelhas 


Previnem o câncer. Amoras, framboesas, morangos e mirtilos possuem flavonoides que são substâncias com propriedades anti-inflamatórias, antialérgicas e anticancerígenas. 
Como consumir – A nutricionista sugere duas taças com um mix de frutas vermelhas (de preferência, orgânicas), um copo de suco (vale usar frutas congeladas) ou duas xícaras de chá feito com as folhas.

2. Vegetais de folha escura 


Protegem a visão. Brócolis, couve, espinafre; as hortaliças de folhas escuras contêm dois pigmentos que se acumulam no olho: zeaxantina e luteína – antioxidantes que destroem os radicais livres e previnem a degeneração macular. Além disso, esses alimentos são ricos em antioxidantes e magnésio, substâncias diretamente responsáveis por baixar os níveis de glicose no sangue. 
Como consumir – A nutricionista sugere o equivalente a um pires por dia. Use-os em saladas, cozidos no vapor, refogados, em coberturas de pizzas e molhos. Procure armazenar em embalagens plásticas, na geladeira.

3. Leite fermentado ou iogurte com lactobacilos


Fortalecem o sistema imunológico e previnem doenças. “Alimentos probióticos, devido à presença de bactérias benéficas vivas, promovem o equilíbrio da flora intestinal, além de beneficiar o sistema imunológico. Nem todos os iogurtes contêm probióticos, por isso, certifique-se lendo seus rótulos.”, orienta a especialista.
Como consumir – In natura, um copo ao dia. Mantenha-os sempre refrigerados.

4. Soja


Proteja seu coração com a soja. O alimento é responsável pela redução do risco de doença cardiovascular. “A soja reduz o LDL (colesterol ruim) e aumenta o HDL (colesterol bom). Outras ações estão sendo investigadas, como redução no risco de alguns tipos de câncer, principalmente os que são alimentados por hormônios. Além disso, parece contribuir para atenuar os sintomas da menopausa”, explica Thereza.
Como consumir – O consumo diário de, no mínimo, 25 g de proteína de soja pode ajudar a reduzir o colesterol, ou cerca de 60 g de grãos ou farinha de soja.

5. Alho


Previne doenças. Thereza explica que o alho possui substâncias como alicina, enxofre e sulfato dialil, que agem no organismo reduzindo a incidência de tumores, além de atuar na prevenção das irregularidades cardiovasculares e da pressão arterial.
Como consumir – Use-o em temperos, cerca de um dente de alho cru ao dia. Guarde-o em local seco e arejado.

6. Azeite de oliva extravirgem

Ajuda a manter os níveis saudáveis de colesterol. “O azeite de oliva tem gordura do tipo monoinsaturada, com efeito sobre a diminuição do LDL (o colesterol ruim) e aumento do HDL (o bom colesterol).”, diz a nutricionista.
Como consumir – Pode ser usado para temperar saladas. Evite aquecer. Quantidade diária: duas colheres de sopa ao dia. Armazene-o protegido da luz.

7. Castanha-do-pará 


Retarda o envelhecimento. “Ela é fonte de vitamina E e selênio, que colaboram para frear a produção de radicais livres, desacelerar o envelhecimento e reduzir o risco de doenças do coração”, ensina a especialista. 
Como consumir – Uma unidade ao dia é o suficiente.

8. Aveia


“Inimiga” do colesterol. “Este cereal é rico em beta-D-glucana, um tipo de fibra alimentar solúvel. Considerada uma substância bioativa, ela auxilia na redução da absorção de colesterol.”, diz Thereza.
Como consumir – Cerca de 40 g de farelo de aveia ou 60 g de farinha de aveia fornecem quantidades de beta-D-glucana com ação efetiva.

9. Peixes de água profunda ou linhaça 


“Amigos” do coração. A nutricionista explica que, por serem ricos em ácidos graxos ômega-3, auxiliam na manutenção de níveis saudáveis de triglicerídeos e consequente redução do risco de irregularidades cardiovasculares, além de serem importantes para o desenvolvimento do cérebro e visão do feto. 
Como consumir – 180 g por dia, o equivalente a dois filés pequenos: assados ou cozidos. No caso da linhaça, use uma colher de sopa diariamente polvilhada na salada, no iogurte, ou misturada a pães e bolos.

10. Água


Hidratante. “Todo mundo sabe como a água é fundamental para o equilíbrio do nosso corpo. É ela que ajuda a transportar os nutrientes pelo organismo, promovendo a manutenção da saúde. Por isso mesmo, no inverno devemos ingerir de um litro e meio a dois do líquido diariamente, principalmente se estivermos com gripe ou resfriados, a fim de garantirmos a nutrição e hidratação necessárias para nosso pronto restabelecimento.”, orienta Thereza.

Frases que emocionam